Nossas Histórias

ESSE BLOG É PARA CONTARMOS AS NOSSAS HISTÓRIAS, MOSTRAR A NOSSA LUTA E A NOSSA VITÓRIA...

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Depoimento da Tina

Ola queridas meu nome e ... tenho 39 anos moro no rio de janeiro e venho aki pra contar um pouco do que sofri na mao de um tio.eu me lembro que eu era muito pequena e ele ja me colocava no colo dele e me acariciava mesmo perto dos meu pais,quando eu tinha 7 anos de idade meu pai faleceu,e quando eu tinha 13 minha mae faleceu.os unicos parentes que eu tinha era ele e minha tia ,entao tivemos que ir morar na casa deles eu e meu irmao.os meu dias naquela casa foram de inferno total.todos os dias ele me molestava e me dizia que seu eu falasse alguma coisa pra minha tia ela nao iria acreditar,de fato ela era louca por ele e nao iria acreditar em mim de maneira alguma.esse montro me estuprou varias vezes.quando eu tinha 15 anos eu estava em uma festa com umas amigas e senti uma coisa estranha,como se tivesse mechendo dentro de mim.eu namorava um rapaz escondido e ja tinha ido pra cama com ele,algumas vezes.falei com uma amiga e ela me disse ,CARA VC ESTA GRAVIDA.eu disse que ela estava louca,mas fui ao medico e descobrir que eu ja estava de 4 meses,deduzi que fosse do meu namorado,falei pra ele ,ficou tudo bem ,e eu fui falar pra minha tia,ela logo me disse que eu teria que sair da casa dela pois eu era uma puta ,logo ele chegou e ficou louco quando soube,me colocou pra correr com uma faca na mao.fui embora ,e procurei meu namorado que tambem nao me ajudou e eu fui viver nas ruas,encontrei uma pessoa quando eu estava com 8 meses de gestaçao que me ajudou,mas pra minha surpresa quando ela naceu que fizeram os exames .ela tinha o mesmo sangue que ele .0+.e sem contar que ela e igual a ele,fiquei desesperada pois eu nao queria aquela criança,nao mesmo.para minha surpresa ele foi no hospital com a mulher dele e levou a menina e disse que eu nao tinha condiçoes de criar ela deixei pois eu nao a queria mesmo.ela ficou com eles ate os 13 anos e venho morar comigo pis els nao a quiseram mais.minha relaçao com ela toda vida foi pessima ate hoje..ela tem hoje 22 anos e nao a suporto ,e ela sente,pois ela nao sabe de nada.pra ela o rapaz que era meu namorado na epoca que e o pai dela.minha vida e um inferno .nao sinto nada por ela,isso me mata a cada dianao sei o que fazer me ajudem por favor...muito obrigada por me deixar desabafar aki ....

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Depoimento da B.

QUE LÁSTIMA...CRIANÇAS QUE DEVERIAM ESTAR ESTUDANDO E SE DIVERTINDO, JÁ VIRARAM ADULTAS E ESTÃO TENTANDO NÃO SE SUFOCAR COM DOR...

Não sei, se é por aqui que mando minha história mas espero que sim.

Bom, tenho 10 anos e fui molestada pelo meu padrasto quando tinha 8. Sabe, um homem que tinha três filhas..... Ele tinha problemas psicológicos, tinha convulsão, ameaçava se matar e se minha mãe não reagisse poderia até ter batido nela! Continuando, começou como uma brincadeira e ele me colocou no colo dele e nós estávamos sozinhos (minha mãe estava trabalhando e minha irmã menor na creche), quando estava no colo dele ele começou a se esfregar em mim e depois pediu pra minha deitar no sofá  e o ato continuou...... Eu me culpo, por ter deixado ele me tocar, eu me sentia suja! Mas o que eu poderia fazer? Um cara que tinha problemas psicológicos! Contra uma menina! Ele não me ameaçava, mas eu tinha medo! Ficava imóvel!
Pra acabar com este inferno, decidi contar para minha melhor amiga (também prima) que tinha uns 11 pra 12 anos, que contou pra sua irmã  mais velha, a mãe das duas contou para minha mãe, tudo aquilo era horrível! Mas o mais horrível, foi ver minha mãe chorar várias e várias vezes e eu não podia fazer nada! Passei por muitas situações constrangedoras, tendo que contar tudo para várias pessoas! Fazer aquele exame!
Depois de eu ter contado para minha mãe, o ato não se repetiu, mas ainda me sentia suja, não era a mesma coisa, ele me dava tanto carinho quanto o meu pai e foi fazer isso! Minha mãe ficou mais um ano com ele, depois não deu mais, as brigas as ameças, um dia deixamos de dormir em casa, pois ele falou pra minha mãe não voltar. Mudei de cidade e agora estou bem melhor, toda vez que minha irmã mais nova (filha dele) ou minha mãe fala dele eu me afasto.
Eu me culpo, mas não deixo de viver por nenhum covarde! Que quis estragar minha vida! Pois minha família é minha razão de viver!

Beijos obg pela oportunidade e adoro o seu blog!!!!