Nossas Histórias

ESSE BLOG É PARA CONTARMOS AS NOSSAS HISTÓRIAS, MOSTRAR A NOSSA LUTA E A NOSSA VITÓRIA...

sábado, 20 de agosto de 2011

Depoimento de Isabel Soares

Olá,meu nome é Isabel Soares,visitei seu blog e resolvi escrever esse depoimento.
A um ano atras,fui vitima de violência,e acredite o agressor foi meu irmão,sangue do meu sangue...
Até hoje isso me dói no peito como uma ferida que não cura,tudo aconteceu por causa de uma dívida que ele tinha comigo,resolvi cobrar afinal,sou divorciada e crio meus 3 filhos sozinha.Ele é sargento da marinha,e estava me devendo 100 reais por conta de um trabalho de babá que eu prestei para os enteados dele enquanto ele viajava.Quando ele voltou de viagem,ele simplismente disse que não iria me pagar e pronto,resolvi cobrar e ele apareceu na minha casa como quem estava possuído por um gênio do mal...chegou no meu portão aos gritos,mandando eu abrir,como eu estava sozinha em casa,nao abri ele entao começou a me xingar com palavras de baixo calão e arrombou meu portão,derrubando junto com o portão o meu muro,me agrediu com socos e chutes.
Ele é um homem de 1.80m,pratica musculaçao e tem um histórico bem agressivo.So consegui na hora gritar por socorro,meus vizinhos me socorreram e me levaram ao hospital,depois á delegacia.Prestei queixa,mas o mais absurdo é que fui tratada com desleixo pelo policial que fazia o B.O,fiz tudo como me mandaram,exame de corpo e delito,e depois de um tempo fui informada que o juiz que julgava o caso,decidiu arquivar o processo alegando nao ter provas o suficiente para condená-lo.
Mas que provas ele queria?minha certidao de óbito?Confesso que nao acredito nessa tal lei maria da penha...só porque meu irmao tem advogados e é militar arquivaram o caso...
E eu?e a vergonha que eu passei? a vergonha da agressao?a vergonha de ter sido humilhada perante os vizinhos?nao conta?
Hoje,depois de um  ano,me afastei da minha familia,e trago dentro de mim a vergonha daquele dia...
Doeu mais na alma do que no corpo...Até hj nao consigo me livrar desse sentimento de abandono que eu sinto...
Ele está lá..solto..pronto para fazer mais uma vítima...(ele possui um processo por ter agredido o cunhado dele,e foi condenado a pagar algumas cestas basicas e pronto)
Mas no meu caso nem isso ele fez..está lá...soltinho...
Até quando ???
O que me incomoda não é o barulho dos maus....e sim o silêncio dos bons...

Muito obrigada pela atençao...beijos

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Depoimento da Débora

Leiam... Isso é muito grave!!! E CONTINUEM REPASSANDO... Mulheres, leiam com atenção! E homens, repassem por favor.Eu queria relatar um fato que aconteceu comigo.

Meu nome é Debora. Eu conheci um rapaz na net em um site de bate-papo com o nome de RODRIGO-MG. Durante um tempo eu troquei e-mail com esse cara, até que então eu marquei um encontro com esse sujeito, que parecia ser uma pessoa bem interessante.
Nós marcamos de nos encontrarmos em um Café que tem no shopping pátio savassi. Preferi ir lá, pois é um local movimentado, com várias pessoas. Não teria perigo, pois não era um local ermo. O rapaz era bem simpático, bonito.
Depois de tomarmos o nosso café e ficarmos conversando e andando pelo o Shopping, até que do nada ele saca discretamente um revólver por debaixo da sua jaqueta e coloca nas minhas costas e manda eu ficar calada. Se eu fizesse alguma coisa ele me daria um tiro nas minhas costas, ali mesmo no meio do shopping. Fiquei estática, trêmula. Eu olhava bem no fundo dos olhos das pessoas que eu encontrava no corredor do Shopping, para que elas pudessem perceber o que estava me ocorrendo. Só que ninguém se deu conta. Ele pediu para levá-lo até o meu carro que estava no estacionamento.
Entramos no carro e logo em seguida chegaram mais dois sujeitos (Que eram amigos dele, e que estavam atrás da gente o tempo todo observando tudo). Fui obrigada a dirigir até o parque das Mangabeiras , onde eu fui estuprada durante muitas horas.
Fizeram de tudo comigo. Tive crise de choro, vomitei. Implorei pra que não fizessem aquilo. Mas nada comoveu aqueles monstros. Depois me arrancaram do carro e começaram a me espancar. Me xingaram, chutaram, espancaram. Fui muito humilhada. Fui espancada com uma barra de ferro.
Na verdade esse sujeito que conheci na net faz parte de uma gangue de estupradores que marcam encontro na net para estuprar. Tive afundamento de crânio devido a essa violência toda que sofri. Perdi dentes, sofri perda de visão do olho direito, devido a um chute que recebi no olho. Fiquei com hematomas no corpo todo, sofri uma fratura no braço esquerdo. Depois disso tudo ainda urinaram em mim. Fiquei praticamente horas jogada no chão do parque totalmente nua. Algumas pessoas me viram e me socorreram.
Fiz exame de corpo de delito e fiz queixa contra tais pessoas. A polícia está investigando o caso pra ver se acha tais monstros. Por causa disso tudo estou com anorexia nervosa (perdi 25 quilos) e estou sofrendo de depressão.
Então amiga, gostaria que você tomasse cuidado sempre, pois não quero que te aconteça o que me aconteceu.

Debora
Hospital Luxemburgo