Nossas Histórias

ESSE BLOG É PARA CONTARMOS AS NOSSAS HISTÓRIAS, MOSTRAR A NOSSA LUTA E A NOSSA VITÓRIA...

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Depoimento da Amanda

Comecei a Sofrer violência quando eu tinha23 anos de meu marido!. No começo ele era muito cuidadoso,carinhoso,se mostrava um amor de pessoa,depois fui ver que não era assim. A primeira vez que ele me bateu ele estava alcoolizado, me deu um empurrão e socos.No momento fiquei muito apavorada, abri a porta do carro e fui saltar com o carro ainda em movimento, ele me catou pelos cabelos e continuou a me dar socos me chamando de louca. .Ele começou a se mostrar mais agressivo, qdo qualquer movimento meu para ele era uma ameaça., Eu disse que ia denuncia-lo e queria o divorcio, foi qdo ele se mostrou mais agressivo e me ameaçava., eu não podia sair de casa, não podia ter amigos, não podia fazer nada. Me fechei feito uma lagarta no casulo!
Nunca tive coragem de contar a ninguem o que acontecia comigo, sempre fingia estar feliz, o que foi um grande erro porque na verdade eu sofria muito.
Ai começou a acontecer o pior. Ele começou a me estrupar....era horrível, qdo ele arrancava minha roupa com força, me agredia pq eu não queria ...., rasgava minha calcinha, meu sutiã....segurava meus braços com toda força...com isso eu perdia minhas forças, minando ao ponto de ele fazer o que queria com meu corpo. Logo após sua satisfação... ele virava do lado e dormia. Qtas e qtas noites passei em claro chorando...mas nunca meus familiares soube disso..muito menos meus filhos.Tinha vergonha e medo!
Meus filhos se tornaram adultos, foi qdo minha filha entrou no quarto e viu a cena..eu nua no chão com a toalha jogada por cima(tinha acabado de sair do banho) estava me arrumando para sair pro meu trabalho, num ato de ciúmes total e doentio, começou a me bater, me jogou no chão e começou a me enforcar....eu respirava por um fio de cabelo de ar, eu estava morrendo...eu só escutava uma voz muito longe dizendo...::: mãe...respira..sou eu..sua filha..mãe .. por favor..respira...por favor respira...deleta de seu cérebro o que acabou de acontecer e respira..EU TE AMO MÂE !! Foi qdo consegui controlar meu cérebro e busquei La do fundo o ar. Esta foi a ultima vez que ele me bateu! Passou anos sem me bater, mas os estrupos continuavam..vivia roxa, por me prender .../foi qdo eu decidi ir embora e abandona-lo!! Fui embora, fiquei 01 mês fora/ninguém sabia o motivo, menti aos familiares e filhos que estava viajando para descanso em um casa de uma amiga! Qdo eu ligava para saber dos meus filhos...o que mais ouvia...ME PERDOE...VOLTE...TE AMO..//01 mês escutando estas mesmas palavras. Voltei....nunca mais me violentou.....mas e as surras?? Deu uma recaída a menos de 01 ano atras.foi qdo pela primeira vez tomei atitude, antes de denuncia-lo o meu maior prazer era que ele senti=se a minha dor...na hora do pânico a primeira coisa que vi foi um enfeite de barro que tinha na estante, catei o esfeite e quebrei na cabeça dele. Jorrava sangue pelas paredes, cortina e chão...ele gritava..e eu dura...feito uma pedra vendo aquela cena sem reação nenhuma. Estava sentindo prazer. Fui até a cozinha e peguei um pano de prato e segurei com força e cima do corte...eu curei a própria ferida dele...não precisou denuncia-lo !!!Sabe qdo ele me encostou de novo de 01 anos pra cá??? NUNCA MAIS ..Qdo ele “pensa”..(principalmente qdo bebe um pouco mais) .eu discirno e sou rápida na minha defesa. .Consegui quebrar todas as minhas barreiras. Vivo ainda com ele. Fiz 30 anos de casada...mas meu casamento nunca mais foi o mesmo e nunca será.Alguem talvez questione...o pq ela ainda vive com ele?? Não sei...talvez alguem algum dia consiga me explicar..pq eu não sei!!! Minha historia acabou...mas um dia quem sabe..começo a contar os abusos sexuais que minha filha viveu durante 20 anos sem eu jamais imaginar.....com meu próprio pai...um dia eu conto...!! UM DIA EU CONTO....