Nossas Histórias

ESSE BLOG É PARA CONTARMOS AS NOSSAS HISTÓRIAS, MOSTRAR A NOSSA LUTA E A NOSSA VITÓRIA...

terça-feira, 4 de junho de 2013

Depoimento da Flávia...

Vou contar minha historia fui internada aos 3 anos em um colégio interno logo que sai da creche e fui pra ala das meninas grandes lá mesmo já começou o abuso, fui abusada por meninas e meninos, quando contei as tias o que estava acontecendo levei uma surra que quase morri, aos 8 anos minha mãe me tirou do colégio e me levou pra casa onde tinha meu padrasto que me criava desde dos seis meses de vida, com nove anos minha mãe saiu pra trabalhar e ele abusou de mim, esse abuso durou ate meus 28 anos pois eu não tinha coragem de contar pra minha mãe que quando eu era pequena o marido dela, os dois filhos dele mas o sobrinho abusava de mim, apanhei tanto no colégio interno que morria de medo da minha mãe me bater, aos 16 anos engravidei pra sair de casa ate um certo tempo meu padrasto não fez mas, mas tinha um problema ele me dominava. Mandava em mim, ele tinha um poder sobre mim eu não conseguia negar pois isso sempre aconteceu, ate que com 70 anos ele ficou muito doente, meu filho morava com o pai, eu já estava separada, e ele quase que me obrigou a cuidar dele, me fez fazer curso de enfermagem, eu não dormia noite e dia com ele em hospitais e ai se eu negasse, ele morreu a dois anos, hoje sofro de depressão, tentei por varias vezes me matar por ser tão permissiva, desenvolvi um transtorno de personalidade Boderline, nenhuma de minhas relações davam certo pois por qualquer coisa eu quebrava a casa na cabeça dos meus namorados, ate que fiquei obcecada pelo meu ultimo marido ele não confiava em mim, ele tinha certeza que estava traindo ele, ele chegava do trabalho e me mandava tomar banho pois achava que eu tinha saído com alguém, me dopava de manhã me dava meus calmantes pela manhã pra que eu ficasse dormindo durante o dia, não me deixava sair de casa, nem ter amigos, e olhar sempre pra frente nunca para os lados, nunca me levava pra sair pois tinha muito ciumes de mim, ate dos meus irmãos em fim acabei enlouquecendo, tentei me matar por varias vezes, pois assim como ele eu era obcecada por ele e implorava pra ele não me deixar mesmo sabendo que ele me fazia mal, me batia, quebrou meu computador, e mesmo assim eu queria estar com ele, eu não sentia ciumes pois sempre me falou as vezes que me traiu, comecei a me cortar, a tentar me matar pois ele era ruim pra mim eu não conseguia ficar sem ele, era como uma auto-flagelação, quanto mas ele me machucava mas eu queria estar com ele, ele me enlouqueceu, fui internada duas vezes pois ele havia me deixado, eu não me amava, precisava dele, parece ate horrível de falar mas não sei por que disso, como pode uma pessoa amar alguém tão mal, como eu poderia me jogar aos pés dele e implorar pra ele ficar comigo, ele me dizia que eu era um vicio na vida dele na qual ele não conseguia ficar sem, hoje já estou a quase 3 meses sem vê-lo tenho feito terapia, tomando calmantes, anti-pisicóticos, já passei por 5 psiquiatras e um dele me disse que eu tinha Boderline, eu sai do controle, falava que ia mata-lo, que ia me matar, eu gritava era uma coisa horrível!! hoje vivo deprimida ligando pro celular dele, seguido ele no Facebook, isso ta me matando!! quando contei a ele como foi minha infância ele usava isso contra mim!

Um comentário:

  1. Voce precisa ser firme levanta a cabeça conheça alguem que te der valor e que nao use seu passado doloroso contra você, isso nao é amor e sim obessessao lute contra isso, nao se remoa a isso e nem ao seu passado, faça novas amizades tudo que você perdeu por causa dessa pessoa, enfim ame alguem que te ame e siga em frente você vai superar pois é um pouco difícil mas estou rezendo por ti

    ResponderExcluir