Nossas Histórias

ESSE BLOG É PARA CONTARMOS AS NOSSAS HISTÓRIAS, MOSTRAR A NOSSA LUTA E A NOSSA VITÓRIA...

terça-feira, 28 de julho de 2015

Relato de uma Anonima...

Eu fui abusada sexualmente por minha babá, não sei quando começou. Só sei quando terminou, foi com 5 anos, quando eu me mudei.
Eu não sofri violência física, no meu caso o pior foi a violência mental. Minha mãe não tem culpa e se sonhar que isso aconteceu comigo ela vai sofrer muito.
O pior para mim foi crescer me sentindo culpada, quando eu tinha 10 anos era isso o que eu sentia : que era culpada e promiscua. Porque eu deixei isso acontecer, só depois de mais velha eu parei e pensei: " eu tinha menos de cinco anos, a culpa não era minha".

Eu me lembro dela me tocando enquanto passava pomada em mim mamãe não estava olhando, lembro que ela me beijava na boca e de língua, que ela fazia sexo oral em mim e pediu para eu fazer o mesmo nela. lembro que uma vez ela estava dormindo de boca aberta e eu pensei que ela queria um beijo e à beijei na boca.
Depois que eu cresci eu passei o resto da minha infância tendo fantasias sexuais, mas com meninos. Aos 12 anos também tive fantasia lésbicas e até masculinas envolvendo estupro. 

Aos 16 anos me envolvi com um rapaz, eu não queria transar com ele, eu ainda queria guardar alguma pureza para o casamento, mas com medo de perde-lo deixava que ele fizesse o que queria comigo, coisas asquerosas. Eu não sentia prazer naquilo, não havia orgasmo, mas eu queria. Com minha babá era o mesmo, eu não conseguia ficar sem e ela até me ameaçou deixar de castigo sem aquilo. É tão confuso... e em ambas as vezes eu só me senti enojada depois... Quando ele colocava as mãos em mim eu me sentia exatamente como me sentia quando era criança, abusada. Até o cheiro nas minhas mãos era o mesmo. Graças à D'us rompi esse ciclo, mas foi difícil. Depois de romper aquele relacionamento doentio eu passei um ano com nojo de relações sexuais, achando que só existiam para um se divertir, ter prazer às custas de outro.

2 comentários:

  1. Fui vítima de abuso dos 10 aos 12 anos , achei q tinha superado mas aconteceu denovo a dois anos atrás , tenho 36 anos agora sou casada e tenho 2 filhos , mas estou com depressão tentei me matar , e sinto muita culpa e vergonha e não acredito q alguém se importa comigo estou desesperada quero muito morrer

    ResponderExcluir
  2. Querida, sinto muito pelo o que aconteceu. É um verdadeiro horror e realmente é difícil de consolar. Matar-se não resolve o problema...pense nos seus filhos. Se vc quiser conversar, mande-me uma mensagem para beatriza67@gmail.com
    Muita força e fé...abraço forte!!!

    ResponderExcluir