Nossas Histórias

ESSE BLOG É PARA CONTARMOS AS NOSSAS HISTÓRIAS, MOSTRAR A NOSSA LUTA E A NOSSA VITÓRIA...

domingo, 3 de julho de 2011

Recado para família Engrácia e suas ramificações.

Gostaria que qualquer dúvida que houver, sobre o fato de eu ter sido abusada pelo meu pai e negligenciada pela família, fosse resolvida comigo, pessoalmente...Estou de volta a Ribeirão Preto e meu telefone é: 8140.9987
É muito fácil julgar, falar...difícil é estender a mão...ajudar. Através do meu comportamento pedia socorro e, apesar de verem o despotismo do meu pai, ninguém foi capaz de chegar e perguntar o que estava acontecendo...O triste é que têm pessoas que se dizem espíritas...eu sou. Foi a minha querida avó, Zilda Gama, que me iniciou no espiritismo, e tenho muito orgulho de ter tido avós tão bacanas. E como espírita kardecista praticante, sei que colhemos somente o que plantamos...Eu fui a VÍTIMA...e não a ABUSADORA!!! Se é tão difícil para vocês digerirem esse fato, paciência. Então, já que vocês nunca se importaram mesmo, façam o favor de ter a dignidade de nós deixar em paz. Pois eu já estou recuperando a minha dignidade e não dependi de vocês para isso!!! Máshenka Engrácia Fróes.

4 comentários:

  1. Não posso dizer que entendo sua dor. Acredito que só quem viveu, consegue entender.
    Mas, me solidarizo com você e peço a Deus que você tenha muita paz, Graça e Luz!
    O trabalho que você faz, tendo a coragem de contar sua história já é um ato de superação!
    Não se cale diante de nada. Costumo dizer que precisamos ser voz daqueles que não conseguem falar. Daqueles que estão amordaçados pelo medo, pela culpa, pela violência extrema.
    Não conhecia o blog, somente a página do face.
    Estou muito emocionada com as histórias e com o desprendimento de vocês!

    ResponderExcluir
  2. Não vou dizer que sei perfeitamente o que sente porque é mulher, e eu homem, mas nossas dores são próximas, pois somos humanos! Meu único comentário é que me foi decidiu superar, acreditar que estava sozinho nesta situação me manteve em silencio comigo mesmo, mas a força maior que eu, que você, os espíritos bons que nos cercam-me fez abrir a boca para o mundo, e sugar só o que tem de bom, fazendo uso das mazelas que me foi acometido por entes da própria família e viver uma nova pessoa. Obrigado por me mostrar que não sou só!

    ResponderExcluir
  3. Robson, e não está mesmo. O importante é isso: colocar para fora...desabafar. E a gente está aí para ouvir...Abraços. Hoje vc comentou na minha comunidade, obrigada por participar. Abraços, Bya.

    ResponderExcluir